Primeiro dia em Gramado - Parque Algum Lugar, Passeios e Festival de Cinema - Diário de Viagem Parte 4

outubro 03, 2016

Como pegamos a Rota Romântica, a viagem de ida demorou um pouquinho e chegamos na cidade por volta de 16hs.

Eu com a mala cheia de roupas de frio pois tinha olhado a previsão e a máxima era para 19ºC. Então fui preparada para isso. O lugar estava tão quente, mas tão quente, que na sombra acho que deveria estar batendo uns 37º. Magoei.

Chegamos na pousada, tomamos um banho e rua! A pousada que ficamos era bem simples, mas com cama confortável, ar, chuveiro beeeem quente e um ótimo café da manhã. Escolhemos ela pela localização pois fica entre o centro da cidade e as fábricas de chocolates, cervejarias. Ponto muito positivo. E como usamos hotel/pousada só para dormir mesmo, foi um ótimo custo benefício.

Tínhamos comprado a entrada do Parque Algum Lugar e fomos logo conhecer. Esse parque fica localizado ao lado do Super Carros. É bem fácil de achar.


O Parque traz réplicas perfeitas do mundo todo. Não é tão grande, mas é uma gracinha. Na hora que chegamos, nos identificamos na bilheteria e simplesmente abriram uma cortina vermelha e disseram, podem entrar. Oi? Mas... entramos. Ficamos nós e nós dentro do lugar. Estava vazio e não tinha sequer um guia. Vamos melhorar isso aí heim. Fizemos nós mesmos as descobertas sobre tudo que tinha ali e foi bem divertido.






Saindo do parque ficamos namorando os lindos carros que saíam do Super Carros e fomos para o centro da cidade.
Queríamos sentir a sensação de estar em Gramado e não simplesmente ser mais um turista. Andar pelas ruas despretensiosamente, sentar numa cafeteria para tomar um chocolate quente ou mesmo um café, caminhar pela praça... e assim fizemos. Foi incrível. A cidade cheira a lavanda. Vou levar isso sempre em minha memória. Flores e mais flores dividiam o espaço com os aromas e as pessoas daquele lugar.
É tudo muito lindo, organizado, limpo, seguro. Em momento nenhum ficamos preocupados em sermos roubados.
O negócio é tão organizado, que na pracinha tem banheiro público e bebedor. Fiquei com receio de entrar mas resolvi arriscar. O banheiro é muito limpinho, organizado, e não cobram nada pelo uso. Dá para acreditar?

Ao lado da igreja vimos um turbilhão de gente e fomos verificar o que estava ocorrendo. É que naquele local fica uma fonte do amor eterno. Os enamorados colocam cadeadinhos alí e fazem juras de amor eterno.



Demos a sorte de chegar no dia do festival de cinema. A cidade estava cheia, uma orquestra maravilhosa nos recebia e um tapete vermelho estendido por onde passariam as celebridades naquele dia, enfeitava a rua coberta e a entrada do museu de cinema. Mágico. A janta já estava comprada no restaurante Café com Bolinho. Então depois de muito passear, fomos jantar. O restaurante era simples, mas a comida formidável. Tomamos uns drinks, conversamos, comemos e fomos descansar porque o dia seguinte nos esperava.




A noite o frio veio nos visitar. Como estava sem casaco pelo calor que fez durante o dia, passei frio ao sair do restaurante rs. Mas adorei.

You Might Also Like

0 comentários

@mhilkadiniz

@rodrigotatuagem1

Instagram @morandocomamor ♥